Financiamento de imóvel: entenda como funciona o processo

Para quem pensa na casa própria, o financiamento de um imóvel é uma ótima saída. Você sabe como funciona o financiamento de imóvel? Quanto você precisa de renda e quais as taxas de juros que vão aprovar para você e quanto de crédito será aprovado para você e quanto tempo esse processo demora? 

Fique com a gente e confira! Vamos explicar o que é o financiamento de imóvel, além de como funciona todo o processo, como financiar o imóvel quais são os documentos necessários para fazer e os tipos existentes. Vamos listar, também, as cinco vantagens de financiar uma casa própria. 

Saiba como financiar seu imóvel e quais documentos necessários. | Foto: Freepik.

O que é financiamento de imóvel?

O financiamento de imóvel é um meio utilizado para você usar algo que não é seu. Quando você financia alguma coisa, um bem, um carro, ele só será seu realmente, depois que você quitar toda dívida. Até o momento que você não quitou, você está fazendo uma espécie de aluguel que tem juro em cima. O financiamento é um “aluguel de dinheiro”. Você comprou um bem, mas agora você está devendo o dinheiro. Traduzindo, o financiamento é o pagamento que uma instituição bancária faz para comprar seu imóvel. Logo, você paga o valor que o banco gastou na instituição. Em outras palavras, seria um empréstimo do dinheiro. Esse pagamento é feito com base de juros, taxas de administração

Como funciona o financiamento de imóvel?

O processo de financiamento de imóvel é feito em quatro etapas. O financiamento também possui algumas modalidades de compra como, por exemplo, aquisição e construção, onde você pode comprar um terreno e construir a sua casa. 

A primeira etapa do processo é a análise de crédito, onde seus dados pessoais, como CPF, RG, certidões de casamento, ou nascimento e sua renda serão analisados de acordo com seu perfil financeiro, ou score. O banco fará uma análise para, então, dizer quanto de dinheiro foi aprovado. É nessa hora, na primeira etapa, serão mostradas as taxas de juros e o valor que foi liberado para dar entrada no financiamento de imóvel. 

Documentos necessários

Um ponto a ser levado em conta é que as taxas de juros mudam de banco para banco, mas também mudam de acordo com o relacionamento que você tem com o banco. Porém, não é necessário se preocupar com isso, porque a análise de documentação é feita com a equipe responsável, eles encontrarão a melhor taxa de juros para você. Um outro ponto importante é que todo financiamento de imóvel no Brasil precisa obrigatoriamente, pelo menos, 20% do valor do imóvel. Ou seja, nenhum banco, até o atual cenário, no Brasil, financia 100% do imóvel. Você precisa ter em mãos uma fatia em dinheiro, de recurso próprio para comprar seu imóvel. 

Após o acerto da documentação, passa-se, então, para a segunda etapa do processo, que é o envio dos documentos para o banco. É preciso levar todos os documentos de todas as pessoas envolvidas: de quem está comprando, de quem está vendendo e do imóvel em si, certidões, IPTU, por exemplo. Uma série de documentações para então chegar à terceira etapa do processo do financiamento de imóvel que é a análise jurídica. O banco vai analisar todas questões jurídicas dessas documentações, as validades jurídicas dessas documentações, inclusive das certidões do imóvel e  liberar a avaliação do imóvel. 

Ou seja, vai um avaliador do próprio banco avaliar as condições e determinar o valor do imóvel que está sendo feito o financiamento para, então, ir à última etapa. Depois que o banco fez todo esse processo, já aprovou seu crédito, analisou a documentação, fez a avaliação do imóvel, tudo está encaminhado para a emissão do contrato, onde as partes envolvidas vão assinar o contrato do financiamento de imóvel, registrar e encaminhar para o cartório e, aí sim, o processo está finalizado. Todas as partes assinam neste momento. Quanto quem está comprando, quanto quem está vendendo, quanto o banco, registra-se o contrato de financiamento que está pronto. 

Tipos de financiamento de imóvel

O financiamento de imóvel pode ser feito de duas formas: por meio do SAC, ou PRICE. O Sac, por exemplo, a prestação começa mais alta e diminui ao longo do tempo. A tabela price, não. As prestações são constantes ao longo do tempo. 

Nesse sentido, quando você entra em um financiamento longo, muitas pessoas preferem se comprometer mais no começo do negócio, pega uma prestação maior agora e vai diminuindo, porque sabe que no futuro, não tem tanta certeza dessa estabilidade financeira. Em compensação, as pessoas que gostam mais da tabela price, elas têm confiança de que serão honradas as prestações iguais o tempo inteiro. Mas qual a característica disso de uma e outra? Os juros que você paga na sac são menores do que os juros da price. Na sac você devolve o dinheiro a instituição financeira mais depressa, na price você demora um pouco. Se você demora um pouco para devolver, você paga mais juros. 

Vantagens do financiamento de imóvel​

  1. O financiamento de imóvel tem uma vantagem que você pode iniciar a qualquer hora e não precisa esperar para dar início ao processo de financiamento. No entanto, é necessário que você tenha o valor de pelo menos 20% da entrada do financiamento de imóvel.
  2. Caso você consiga unir a sua renda com outra pessoa, você consegue adquirir um imóvel com um valor maior.
  3. Uma das outras vantagens do financiamento é utilizar o imóvel futuramente para alugar. Uma renda extra que entrará no seu bolso, com a valorização imobiliária. 
  4. Outro ponto importante é o de que permite à pessoa que não tem dinheiro suficiente para comprar um imóvel à vista, adquira um em prestações que caibam no orçamento.
  5. E o outro ponto fundamental é o de que sai do aluguel e deixa de pagar para o imóvel de outra pessoa e pague pelo seu imóvel.

Vale a pena financiar um imóvel?

Vale muito a pena! Apesar dos altos juros que correm sobre o pagamento de um financiamento de casa, é um investimento que garante um bem que será seu. No entanto, a prática requer muito planejamento de compra. É essencial que quem quer comprar um imóvel faça o planejamento inicial do financiamento. Tenha em mão o valor da entrada inicial e procure meios de subsídios do governo para dar o sinal inicial. Faça a melhor escolha da instituição financeira, procure um imóvel que seja acessível ao seu bolso e fique atento a papelada, documentação do imóvel 

Qual o melhor lugar para financiar meu apartamento?

Fique tranquilo que a Credisul pode solucionar seus problemas, quando se trata de financiamento. Há 22 anos no mercado, a empresa cria soluções financeiras para te ajudar a realizar o sonho de financiamento de imóvel.  Nela, você encontra as respostas em como financiar imóvel, soluções de financiamento de casa e entende como funciona financiamento de casa. Entre em contato conosco e conheça melhor nossos serviços. 

Imagem padrão
credisul
Artigos: 35

Deixar uma resposta