Empréstimo com débito em conta: entenda essa facilidade

Para realizar um sonho, muitas vezes, é necessário dinheiro, seja uma viagem, um carro, um imóvel, ou um celular de última geração. Mas, quando o valor é muito alto, o sonho normalmente é adiado. Então, para que isso não aconteça, várias pessoas acabam fazendo empréstimos, e um deles é o empréstimo com débito em conta.

Continue a leitura para entender mais sobre essa modalidade de empréstimo!

O que é empréstimo com débito em conta?

Antes de explicar melhor as características e diferenças, é importante saber o que é um empréstimo. Essa operação financeira é realizada quando uma pessoa ou instituição empresta dinheiro para outra pessoa ou instituição. No caso deste texto, falaremos de quando um banco empresta dinheiro para uma pessoa. 

Após receber o valor, quem contrata o serviço precisa devolver esse pagamento para o banco, com juros cobrados ao mês. O tempo para que esse retorno aconteça e a taxa de juros cobrada variam de banco para banco, também diferem de acordo com o valor emprestado.

Antes de assinar um contrato de empréstimo, é importante pesquisar e ver se você tem condições de honrar com os pagamentos.

O empréstimo com débito em conta é uma opção que o consumidor tem atualmente. Essa modalidade se caracteriza pelo pagamento da parcela acontecer automaticamente pela conta de quem contratou, sem a necessidade de pagar um boleto, por exemplo.

Como funciona esse empréstimo?

Caso uma pessoa contrate um empréstimo com débito em conta que tem parcelas de R$ 400 mensais e débito todo dia 15 do mês, ao chegar no dia acordado, o valor de R$ 400 será automaticamente debitado da conta, sem a necessidade de quem contratou ir até o banco fazer uma transferência ou pagar algum boleto.

Diferença do empréstimo com débito em conta para o empréstimo consignado

Uma outra modalidade de empréstimo muito popular é o chamado empréstimo consignado, para muitas pessoas, mais conhecido do que o empréstimo com débito em conta. Mas, esses dois serviços têm diferenças entre si e agradam diferentes tipos de pessoas.

Ambos os tipos têm o pagamento automático da parcela, a diferença é que enquanto no empréstimo com débito em conta o pagamento é feito debitando o valor da conta da pessoa, o consignado é descontado do valor do salário, antes que ele vá para a conta.

A taxa de juros também é diferente para os serviços. O valor é ligado ao risco da operação, como o consignado é debitado do salário, essa é uma operação com menos risco para o banco, então o juros é menor. 

O consignado cobra uma taxa de 2,05% a 2,08% ao mês, enquanto o empréstimo com débito em conta tem juros médios de 3,49% ao mês.

O prazo de pagamento também apresenta diferenças. O empréstimo com débito em conta tem um prazo mínimo de 12 meses e o máximo de 36 meses. O empréstimo consignado geralmente tem prazo mínimo de 12 ou 24 meses e o máximo varia entre 72 e 96 meses.

Esses prazos podem variar dependendo do valor, da modalidade e outros fatores que devem ser checados com a instituição financeira antes de contratar o empréstimo.

Também existe variação do limite de crédito, mas isso varia de banco para banco, então é importante conferir as condições e pesquisar antes de assinar um contrato. Normalmente, o valor varia de 2 mil a 50 mil reais, enquanto o empréstimo consignado pode variar de 2 mil a 150 mil reais.

O que considerar sobre o empréstimo com débito em conta?

Antes de contratar um empréstimo, seja consignado ou um empréstimo com débito em conta corrente para assalariado, é muito importante ver se você tem condições de pagar os juros que serão cobrados, além de pesquisar onde tem a melhor condição para fazer essa operação.

Nas duas categorias existem pontos positivos e negativos.

O consignado tem taxas menores, o prazo é maior e, como o valor já é debitado do salário, não existem preocupações. Mas, um prazo muito longo, como 96 meses (8 anos), pode atrapalhar financeiramente uma pessoa, pois é muito tempo para fazer um pagamento. Além disso, caso haja uma redução no salário a situação poderá se agravar. Por isso, é necessário planejar-se para não se atrapalhar e aproveitar o empréstimo consignado da melhor forma.

Pontos positivos e negativos do empréstimo com débito em conta (H2)

Um empréstimo pessoal com débito em conta corrente é vantajoso principalmente pela comodidade de não ter que ir a um banco pagar um boleto. Além disso, o débito automático é feito, muitas vezes, sem taxas pelos bancos, não há uma preocupação em se lembrar da data de pagamento.

Mas, o empréstimo exige alguns cuidados. Como o pagamento da parcela é feito automaticamente, é importante ter saldo na conta corrente para não entrar no cheque especial e ter que pagar juros para o banco. As taxas de juros do empréstimo com débito em conta são mais altas do que o consignado. 

Como tirar um empréstimo do débito automático?

Atualmente, após uma nova resolução do Banco Central, é muito mais fácil retirar um empréstimo do débito automático. Agora em até dois dias úteis o descadastramento é efetivado. É possível fazer essa operação pelo aplicativo do banco ou falando com a central de relacionamento. 

Caso não seja possível fazer pelo telefone, será necessário enviar um pedido formal pelos Correios, com um aviso de recebimento ou um protocolo que o próprio banco mandará para o BC.

Como contratar um empréstimo pessoal débito em conta e quais bancos fazem essa operação?

É muito simples contratar um empréstimo com débito em conta. Basta ir até uma instituição financeira e pedir o empréstimo. O processo não é complexo, o banco fará uma análise de crédito para liberar o contrato. Inclusive, alguns bancos não fazem essa análise, mas as taxas de juros normalmente são maiores nesse caso.

Também é possível fazer a solicitação pelo site ou aplicativo do banco.

empréstimo dom débito em conta
Antes de contratar um empréstimo é importante ver se será possível arcar com os juros. | Foto: Unsplash/Michael Longmire.

Gostou de aprender sobre empréstimo com débito em conta e agora quer saber onde fazer um empréstimo? Na Credisul, uma empresa presente no mercado desde 1999 fazendo empréstimos para pensionistas do INSS, funcionários públicos, federais e municipais. Além de empréstimos, a Credisul também oferece crédito pessoal, capital de giro e financiamentos imobiliários. Aproveite!

Imagem padrão
credisul
Artigos: 35

Deixar uma resposta