O que é e como solicitar a portabilidade de crédito? Entenda!

Pesquisas apontam que mais de 67% das famílias brasileiras têm dívidas com bancos e essa porcentagem só cresce a cada ano, parte disso se dá aos últimos acontecimentos com a pandemia e o novo covid-19. Para muitas dessas pessoas a portabilidade de crédito consignado é uma opção de quitar sua dívida, porém isso só deve ser realizado após uma série de análises de riscos. Há muita gente que ainda não conhece e não sabe como funciona o processo de transferência de dívida.

Para que você entenda mais sobre esse assunto, preparamos para você as respostas das principais dúvidas de quem tem interesse em solicitar a portabilidade de crédito, confira! 

O que é portabilidade de crédito e lei da portabilidade de crédito consignado. | Foto: Pexels

O que é portabilidade de crédito? 

Criada em 2013 e com regras definidas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) pela lei da portabilidade de crédito nº 4.292/2013, a portabilidade de crédito tem como objetivo possibilitar que a transferência de empréstimos, contrato de crédito e financiamento, de um banco para outro tendo taxas e até mesmo juros menores de acordo com a solicitação do cliente; ou seja solicitar um novo empréstimo com um novo banco para quitar a dívida anterior 

Há muitas perguntas sobre como funciona esse procedimento, é importante pontuar que o procedimento não pode ter valores e em prazos maiores que o anterior nele o cliente deve negociar junto ao banco ou nova instituição financeira as taxas e os novos juros, o dinheiro não será transferido para sua conta mas sim diretamente ao banco. 

Como solicitar a portabilidade de crédito? Confira os passos! (H2) 

Para solicitar a portabilidade de crédito sem erros, é necessário realizar alguns passos: 

Passo 1

Levantamento de dados do contrato atual, faça suas contas: Primeiramente você precisará levantar todas as informações, como número do contrato, condições, saldo devedor, valor das prestações, custo total, prazo e data do último vencimento por exemplo. Todo banco tem essas informações e deve passá-las ao cliente em questão, esse procedimento costuma levar aproximadamente 15 dias. 

Passo 2

Compare taxas e juros dos empréstimos: Neste momento é necessário estudar os juros e taxas em cada empresa com o mesmo valor de empréstimo, esse passo é extremamente importante para que seja vantajoso para você, simulando em empresas diferentes a portabilidade de crédito. 

Passo 3

Por fim, solicite sua portabilidade de crédito. Após todo o processo de levantamento de dados e simulação em empresas diferentes, você já terá decidido qual o melhor negócio e se valerá a pena. Caso você seja aprovado o banco irá tratar de entrar em contato com o anterior para dar início a transferência de dívida, o que acaba facilitando o procedimento. Leia o novo contrato atentamente a todas as cláusulas e condições. 

Outro ponto importante que deve ser destacado é existem casos em que o banco possa não aprová-lo como cliente, isso porque cada banco tem sua análise própria para cada cliente que tem a ver com riscos. Além disso, também tem a alternativa de negociação no banco atual. Bem como algumas condições que talvez possam não valer a pena para você. E é exatamente aqui que entra a importância e relevância do passo 2 que consideramos agora há pouco.   

Tem custo a portabilidade de crédito?

Desde já, normalmente o processo de análise leva de 5 a 7 dias úteis e é direito do consumidor, em casos de empréstimo pessoal e de veículo essa transação não requer custos, sendo o único o pagamento das parcelas. 

Nesse sentido, só haverá custos caso seja necessário a abertura de conta corrente de acordo com o pacote realizado. Nesse contexto podem haver tarifas para a abertura, mas isso pode variar de empresa para empresa, o ideal é consultá-la antes de solicitar o serviço. 

É possível desistir da portabilidade?

Outra pergunta muito recorrente para quem se interessa pela portabilidade de crédito e se é possível desistir e a resposta é sim, porém a menos que o saldo devedor não tenha sido pago pela instituição com a portabilidade de crédito. Em resumo a desistência pode ocorrer antes que ocorra o procedimento em que o valor já tenha sido enviado. 

O procedimento de cancelamento da portabilidade de crédito deve ser realizado indo a o banco e solicitar o cancelamento, é aconselhável ir até a agência em que você solicitou. 

Riscos x vantagens da portabilidade de crédito

É certo que se você por conta de um empréstimo cujas parcelas estejam pesadas para bancar a portabilidade de fato é uma ótima oportunidade de abaixar as parcelas, afinal os juros variam de banco para banco. É necessário também já ter pago mais de 12 parcelas de seu empréstimo atual. 

Como citamos anteriormente os ricos estão na elaboração do novo contrato onde os juros e as taxas devem ser analisados para que as novas prestações possam haver economia e caber no seu bolso, prevenindo futuras dores de cabeças que podem ser observadas antes de assinar o contrato da portabilidade de crédito, por isso saiba o valor total de suas dívidas e realize um orçamento de quanto pode pagar por mês. 

Existem muitas empresas que podem te auxiliar na solicitação da portabilidade, como por exemplo a Credsul – que é uma empresa para soluções de crédito com as mais baixas taxas e juros. A Credsul está no mercado desde 1999 e tem um dos melhores atendimentos do Brasil que passa confiança ao cliente na hora da solicitação e análise, hoje ela está cada vez mais voltada para o digital onde você mesmo pode simular seu empréstimo pelo site. Lá você escolhe a opção de empréstimo e o valor pretendido, para saber mais acesse o site Credisul.

 E aí, está esperando o que para fazer sua portabilidade de crédito? Conte com a Credisul e coloque sua educação financeira em dia! Comece a pagar taxas e juros mais baixos com a portabilidade de crédito.

Imagem padrão
credisul
Artigos: 31

Deixar uma resposta